Luxury Drinks

Leroy

Com início em 1966, Madame Leroy organizou na sua casa, Domaine d’Auvenay, degustações de vinhos de prestígio com os escritores mais conhecidos do vinho, críticos, sommeliers e proprietários de restaurantes. Nessa altura, no final dos anos 1960, essa tradição era incomum e completamente original.

Ao longo dos anos, tornou-se cada vez mais difícil encontrar produtores com vinhos que cumprissem os rigorosos padrões dignos do rótulo Maison Leroy, portanto, Madame Lalou Bize-Leroy tomou a decisão de expandir as próprias vinhas da Maison.

Por fim, em 1988, fundou Domaine Leroy, comprando os bens de Charles Noellat em Vosne-Romanée e de Philippe-Rémy em Gevrey-Chambertin.

Musigny

Inicia-se com um aroma floral apurado e a frutos vermelhos. A fruta desenvolve-se no palato com o equilíbrio da cereja vermelha e preta juntamente com algumas fantásticas especiarias.

É um vinho perfeitamente equilibrado diretamente do barril. O seu final demonstra fruta explosiva e completamente sedutora, sendo um vinho extremamente raro; somente 2 barris foram produzidos em 2009.

Pinot Noir

13 % Álcool

Servir a 14-16º

Pratos de carne, principalmente cabrito

750 ml

Corton-Renardes

Um novo Corton verdadeiramente excecional. Um perfume classicamente Leroy que domina o nariz com muita cereja e amoras. As mesmas cerejas pretas prevalecem no palato cheio de especiarias arrojadas. É frutado e bem equilibrado com um começo e final deslumbrante.

Pinot Noir

13 % Álcool

Servir a 14-16º

Pratos requintados de carne e também de cogumelos

750 ml

Richebourg

Enquanto a estrutura deste Richebourg é firme e musculoso, construído para o envelhecimento, são os taninos refinados e a camada de sabores complexos que realmente impressionam.

As especiarias indianas misturam-se com frutas escuras e ervas secas.

Pinot Noir

13 % Álcool

Servir a 14-16º

Pratos de carne bovina e de caça, como veado

750 ml

Romanée-Saint-Vivant

É simplesmente um vinho magnífico. O nariz é glorioso – um bouquet cheio intensamente floral e picante com bagas vermelhas.

Os taninos são finos e sedosos com acidez viva que eleva os sabores e contribuem para um final muito longo.

O epítome da elegância.

Pinot Noir

13 % Álcool

Servir a 14-16º

Pratos de carne bovina e de caça, como veado

750 ml

Chambolle-Musigny 1er Cru Les Charmes

Bonito e elegante sendo um Chambolle Charmes com corpo leve, grande pureza e taninos de grão fino. O paladar oferece uma exuberante variedade de sabores delicados de violetas a framboesa e especiarias doces.

Adorável transparência e delicadeza de sabores; uma cor elegante vermelha escura. No nariz um concentrado floral Leroy desde o início, com um ligeiro chão florestal e especiarias.

Médio mais no palato, ainda jovem, mas transparente com uma boa energia e acidez no fundo.

Um final médio a longo.

Pinot Noir

13 % Álcool

Servir a 14-16º

Pratos de caça, como pato e ganso

750 ml

Clos de Vougeot

Um Vougeot generoso que não tem nenhum dos taninos resistentes e musculosos típicos desta denominação.

Aqui, o Vougeot foi domesticado, com taninos aveludados, firmes e maduros, com acidez elevada e aromas atraentes de cereja, amora, ervas e terra fresca. Um vinho que irá beneficiar de pelo menos 6 a 7 anos em garrafa.

Final longo.

Pinot Noir

13 % Álcool

Servir a 14-16º

Pratos de carne bovina e de caça, como veado

750 ml

Clos de la Roche

Este Leroy canta do barril, não apenas uma canção simples, mas uma sinfonia. Aroma sedutor com camadas de bagas misturadas com uma doce matriz de especiarias exóticas.

Taninos sedosos e finos com a acidez que eleva tudo para uma oitava mais alta. É um vinho concentrado, mas vigoroso e intenso que irá envelhecer durante pelo menos algumas décadas.

Pinot Noir

13 % Álcool

Servir a 14-16º

Pratos de caça, como pato e ganso

750 ml

Gevrey-Chambertin

Um aroma fresco, elegante e distinto, embora reservado. Notas de bagas vermelhas, ameixa, violetas e especiarias e puré de cerejas pretas, que deslizam sedutoramente em sabores doces, precisos e minerais na boca, sustentados por taninos voluptuosos.

Pinot Noir

13 % Álcool

Servir a 14-16º

Pratos de caça, como pato e ganso

750 ml

Latricières-Chambertin

Inicia-se com um aroma a especiarias asiáticas e com frutos silvestres. Os mesmos frutos vermelhos demonstram no palato um poder e densidade menos fino que os anteriores.

Um estruturado Latricières que aparece subtil e tranquilo ao lado do flamboyant Clos de la Roche.

Sério, musculoso e construído para envelhecer. Deve estagiar em garrafa pelo menos 8 anos.

Pinot Noir

13 % Álcool

Servir a 14-16º

Pratos de caça, como pato e ganso

750 ml

Corton-Charlemagne

Os aromas reflectem a filosofia de Madame Leroy: solene, com uma intensidade quase irreal e incrível capacidade de evoluir na garrafa ao longo do tempo e desafiar qualquer descrição.

No final desfruta-se das suas sensações de frutas tropicais, o componente balsâmico e as notas de incenso oriental. A boca é carinhosa, volumosa, porém aveludada, enorme e infinita.

Chardonnay

13 % Álcool

Servir a 10-12º

Pratos requintados de marisco

750 ml

Bourgogne Aligoté

Encantadora cor dourada ao deitar, sendo um vinho muito cheio e cremoso na primeira abordagem com aromas de flores, maçapão, baunilha e mel.

Paladar bastante generoso e amplo. Ao longo do tempo, após o vinho se estabelecer, a voluptuosidade desaparece para mostrar uma mineralidade mais estruturada e complexa.

Um espantoso vinho que está muito acima da maioria dos outros Aligotes.

Aligote

12,5 % Álcool

Servir a 10-12º

Pratos de peixes brancos

750 ml